segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Contrata-se Pastor, trabalho remunerado.

A "Igreja Global do Poder de Deus" colocou um anúncio nos classificados do jornal Gazeta do Povo, de Curitiba (PR) na sexta-feira (27), oferecendo uma vaga de emprego para pastor. O texto do anúncio pedia ainda que o candidato fosse originário da Igreja Universal ou da Igreja Mundial. 

O anúncio dizia: “Precisa-se de pastor para evangelizar que seja originário da Mundial ou Universal – tratar com Bispo Antonio José pelo telefone 41- XXXX” 

A impressão é que a mercantilização parece ter chegado a tal ponto que a função do ministério já não é considerado como vocação, ou chamado de Deus, mas como uma ocupação devidamente remunerada. 

O anúncio chamou tanto a atenção que o apresentador de rádio Luiz Carlos Martins usou seu programa para ligar ao vivo, na manhã desta sexta-feira (27), ao número que aparecia no jornal para verificar a existência da “vaga”.

Após se apresentar brevemente, e comentar sobre sua experiência, o apresentador questionou a respeito da remuneração.
O “bispo”, identificado como Antonio José, esclareceu que a igreja pagaria um “X”, caso o pastor fosse casado e outro valor se fosse solteiro. Ele falou ainda sobe os “benefícios” que poderiam ser acrescentados, como casa e aluguel por conta da igreja.
Quando perguntado sobre em qual cidade seria aberta a nova igreja o bispo informou que seria em São José dos Pinhais. O radialista comentou a resposta perguntando: "É bom, porque é uma cidade rica não é?", ao que o bispo respondeu: "Exatamente".

As duas igrejas citadas no anúncio, Universal e Mundial do Poder de Deus, são classificadas como neopentecostais.
O segmento se caracteriza pela teologia da prosperidade. Esta, segundo apologista Johnny Torralbo Bernardo, fundador do Instituto de Pesquisas Religiosas do Brasil (INPR), é marcada por pregações que focam os ganhos e benefícios materiais como bênçãos de Deus.
De acordo com o estudioso, a Igreja Mundial não chega a ser uma seita, mas diz que há um grande número de práticas e ensinos que são mantidos em prejuízo à integridade do Evangelho de Cristo.
Segundo o reverendo Augustus Nicodemus, professor de Novo Testamento do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper, atualmente, os líderes de igrejas muitas vezes não são adequadamente preparados para o ministério pastoral.
“Há líderes que são realmente convertidos e zelosos de Deus mas lhes falta, por vezes, entendimento melhor dos pontos da teologia cristã”, disse ele, explicando que não se trata de uma heresia ou negação da Palavra, mas sim de erros teológicos.
“Por outro lado, há os lobos disfarçados de ovelhas, que torcem as Escrituras para sua própria perdição, que pregam um outro Evangelho, pensando que a piedade é fonte de lucro. É preciso resistir a estes e corrigir aqueles”, cotinuou.
O bispo autor do anúncio publicado no jornal identificou a igreja que está contratando o, a Igreja Global do Poder de Deus, como sendo nova na cidade de Curitiba.

Um comentário:

Antonio Batalha disse...

Ao passar encontrei seu blog, li algumas coisas e fiquei ciente de que o autor é um vaso nas mãos de Jesus,creio que é algo importante ser-se rendido e submetido ao serviço do Mestre, é bom encontrar blogs onde o autor não tenha medo de desmascarar o pecado venha ele de onde vier.Sei que ninguém é perfeito, mas o que caminha para a perfeição deixa atrás de si o que impede de ser perfeito.
Deixo a paz de Jesus e minhas saudações.
Ps. Gostava que pertencesse aos meus amigos e seguidores na Verdade Que Liberta.

Postar um comentário